tome nota

DESTAQUES
ELEIÇÃO SEM LULA É FRAUDE

sociedadepoliticaecultura
ultimas noticias
23/03/2018

00.31
este campo foi
editado por
SPC.

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 22 de julho de 2016

MINHOCÃO MUDA DE NOME A PARTIR DESTA SEGUNDA




A Câmara Municipal de São aprovou no dia 22 de junho de 2016, projeto de lei de autoria do vereador Eliseu Gabriel (PSB) que retira a atual denominação do presidente da ditadura militar - Artur da Costa e Silva (1967-1969)-- e substitui pelo presidente deposto pelos militares - João Goulart (1961-1964).

O projeto foi sancionado pelo prefeito Fernando Haddad. A partir de segunda-feira, oficialmente o conhecido Minhocão passa a se chamar Elevado Presidente João Goulart.

Durante a cerimônia, Haddad assinará o decreto que institui o programa Rua de Memória, da Secretaria de Direitos Humanos, que visa a promover a alteração dos nomes de ruas, pontes, viadutos, praças e demais logradouros públicos que homenageiam pessoas vinculadas à repressão do regime militar e ressignificá-los com o nome daqueles que lutaram pela democracia, liberdade e direitos humanos.

Esta é uma grande ação simbólica, que deveria se estender, também, para os locais com nomes de Bandeirantes, famosos assassinos do povo indígena.  

quarta-feira, 20 de julho de 2016

AOS COLEGAS POETAS



Repasso comunicado da Editora Vivara

Concurso Nacional Novos Poetas. Prêmio CNNP 2016.

Estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio CNNP 2016.
Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos.
Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa.
O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados.
A classificação dos poemas resultará no livro, Prêmio CNNP 2016. Antologia Poética.
Concurso Literário e uma importante iniciativa de produção e distribuição cultural,
alcançando o grande público, escolas e faculdades.
Inscrições gratuitas

De 05 de junho a 05 de setembro 2016 pelo site: www.cnnp.com.br

terça-feira, 19 de julho de 2016

APÓS PRESSÃO, REITOR DA UFABC RETIRA DE EDITAL TERMO "SIONISTA"




Após pressão da Confederação Israelita do Brasil, da revista Veja e do ministro ilegítimo da Educação, a reitoria da Universidade Federal do ABC modificou um edital de contratação de professores, eliminando o termo "sionista", da expressão “Conexões da branquidade e dos regimes racistas: apartheid, nazismo, sionismo”.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

ELEIÇÃO DA CÂMARA É ADIADA PARA AS 19H



Confira a relação dos deputados que disputam a vaga da presidência, um deles irá substituir Cunha, já afastado, e Maranhão, o que não foi sem nunca ter sido.

Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO)
Carlos Manato (SD-ES)
Cristiane Brasil (PTB-RJ)
Esperidião Amin (PP-SC)
Evair Vieira de Melo (PV-ES)
Fábio Ramalho (PMDB-MG)
Giacobo (PR-PR)
Gilberto Nascimento (PSC-SP)
Luiza Erundina (Psol-SP)
Marcelo Castro (PMDB-PI)
Miro Teixeira (Rede-RJ)
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Rogério Rosso (PSD-DF)
Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Os nomes mais cotados são os de Rodrigo Maia, Rogério Rosso e Marcelo Castro. O mandato do novo presidente será até fevereiro de 2017.

QUE VENHA A BOA DERROTA



A Câmara dos Deputados escolhe hoje (13.jul.2016) o sucessor de Eduardo Cunha na presidência da Casa. 

Dois nomes fortes disputam os votos dos conservadores - que são ampla maioria na Câmara: Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Rogério Rosso (PSD-DF). Outros tantos tentam abocar migalhas.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

MAIS MÉDICOS SE TORNA IMPRESCINDÍVEL PARA O PAÍS




Dias antes de ser afastada do cargo, a presidente Dilma Roussef publicou a MP (Medida Provisória) 713/2016 prorrogando por três anos a revalidação do diploma e do visto temporário do médico intercambista do Programa Mais Médicos. Em sua participação no ato do 1º de Maio da CUT e Frente Brasil Popular, ocorrido no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, a presidente fez o anúncio da medida, sendo longamente aplaudida.

Na terça (5.jun.2016), o Senado promoveu uma audiência pública interativa para discutir a admissibilidade da MP. Todos os participantes foram unânimes em afirmar a necessidade da Medida Provisória. 

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Lei proíbe indicações políticas, mas Paulinho, da "Farça", consegue boquinha para filho





Na quinta-feira, o mordomo que ocupa a cadeira da presidência da República sancionou a Lei de Responsabilidade das Estatais. A proposta (SCD 3/2016), aprovada pelo Senado em 21 de junho, estabelece novas regras para nomeação de diretores e conselheiros de estatais e abre caminho para a “privatização branca” de todas as empresas públicas, ao colocar premissas de S.A (sociedades anônimas) como integrantes de seus estatuto social.

Os senadores restituíram o texto original (PLS 555/2015), de autoria do senador Tasso Jereissatti (PSDB-CE), que proíbe a indicação para diretorias ou conselhos de estatais de dirigentes partidários ou de políticos que tivessem disputado eleições nos 36 meses anteriores à nomeação. 

Outra medida determinada é que as empresas devem ter, no mínimo, 25% de suas ações negociadas em Bolsa. O prazo para a adequação a essa regra é de dez anos e tende a trazer diversos impactos para as empresas, com o aumento da ingerência privada e a busca por dividendos aos acionistas, em detrimento da função social da empresa.

Alheio a essas questões, o deputado federal, Paulinho (SD-SP), conseguiu a nomeação de seu filho, Alexandre Pereira da Silva, como superintendente do Incra-SP - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária.