tome nota

DESTAQUES
ELEIÇÃO SEM LULA É FRAUDE

sociedadepoliticaecultura
ultimas noticias
23/03/2018

00.31
este campo foi
editado por
SPC.

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Valeu, Scliar!

Faleceu ontem (27/2/2011) o escritor Moacyr Scliar, um dos mais respeitados e instigantes autores brasileiros, ganhador de três prêmios Jabuti (2009, 1993 e 1988) e do prêmio Casa de Las Américas em 1989.
Tive uma rápida conviência com Scliar quando lancei o livro Corpos - contos eróticos. A proposta da publicação era fazer um apanhado do erotismo a partir da visão masculina e procurei escolher escritores de várias "vertentes".
Não conhecia Scliar pessoalmente, através de amigos consegui seu telefone em Porto Alegre. A Limiar estava apenas engatinhando, tinha publicado dois ou três títulos, era absolutamente desconhecida no mercado editorial. Mesmo assim liguei para o Scliar, expliquei o projeto do livro e perguntei se ele aceitaria participar da coletânea.
Com uma risada, que não era de ironia nem descaso, ele se surpreendeu ao ser convidado para uma coleção de contos eróticos, e me perguntou qual texto eu desejaria publicar. "Paixões orais", respondi.
- Pode publicar, como você costuma fazer com os direitos autorais? - perguntou
- Bem, somos uma editora pequena, a proposta é pagar uma porcentagem sobre as vendas.
- Ih! Isso é complicado, tem que ficar fazendo relatório sempre, eu prefiro que você proponha um valor e fique com o texto para publicar quantos exemplares quiser.
- E quanto seria este valor? - perguntei, já imaginando que não teria como pagar.
- Propõe você.
- Quinhentos? - quase gaguejei diante da miséria da oferta.
- É seu, pode publicar, me encaminhe um exemplar quando ficar pronto.

E, assim, por telefone, sem nunca ter me visto, fechamos sua participação no livro. O encontrei ao vivo na Bienal do Rio e de São Paulo em outras ocasiões e ele sempre foi muito solícito, brincando - equivocadamente - que eu era o editor mais jovem com quem ele já trabalhara.

Essa pequena mostra do generoso ser humano que era o doutor Moacyr Scliar explica, em parte, o grande e sensível escritor que o Brasil acaba de perder.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

A Tarde poderá rever demissão de jornalista e Redação aguarda em estado de greve

Texto: Izabela Vasconcelos. fonte: comunique-se.com.br


A direção do jornal A Tarde afirmou em reunião com a Redação e representantes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sindjorba), que poderá rever a demissão do repórter Aguirre Peixoto, dispensado do jornal na quarta-feira (9/2).

Segundo colegas de profissão, o jornalista foi demitido por pressão do mercado imobiliário, que se sentiu prejudicado com uma série de reportagens, assinadas por ele, com denúncias sobre crimes ambientais. No entanto, o veículo nega e diz que a demissão aconteceu por questões administrativas. Antes disso, Peixoto já havia sido processado por uma das empreiteiras pelas matérias.

O jornal também se comprometeu a redigir uma linha editorial clara. Até que isso aconteça, a Redação anunciou que está em estado de greve. Ontem à noite, alguns profissionais cruzaram os braços por duas horas, para pressionar a direção da empresa a explicar a demissão de Peixoto.

Para uma fonte do veículo, que não quis se identificar, apesar de o jornal admitir rever a demissão, essa decisão pode ser apenas simbólica, sem grandes mudanças na vida de Peixoto.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

McDonald´s é multada e big mac emburrece

Por descumprir acordos trabalhistas, a rede de fast food McDonald’s será obrigada a destinar R$ 11,7 milhões, nos próximos nove anos, à promoção de campanhas publicitárias contra o trabalho infantil. A punição foi aplicada pelo Ministério Público do Trabalho. A multinacional deverá doar outros R$ 1,5 milhão à Faculdade de Medicina da USP para a aquisição de equipamentos de reabilitação física.

Pesquisa
Crianças com dieta rica em comida processada (leia-se, McDonald's entre outros) podem apresentar Q.I. ligeiramente mais baixo, de acordo com um amplo estudo divulgado no "Journal of Epidemiology and Community Health" da BMA (British Medical Association) e que já está sendo aclamado como o mais abrangente do tipo.

A conclusão da pesquisa é o resultado do acompanhamento de 14.000 pessoas nascidas na Inglaterra entre 1991 e 1992, que tiveram a saúde e o bem-estar foram monitorados aos três, quatro, sete e oito anos e meio.

A matéria pode ser conferida no endereço
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/872372-estudo-relaciona-dieta-de-junk-food-a-qi-baixo.shtml