sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

A Tarde poderá rever demissão de jornalista e Redação aguarda em estado de greve

Texto: Izabela Vasconcelos. fonte: comunique-se.com.br


A direção do jornal A Tarde afirmou em reunião com a Redação e representantes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sindjorba), que poderá rever a demissão do repórter Aguirre Peixoto, dispensado do jornal na quarta-feira (9/2).

Segundo colegas de profissão, o jornalista foi demitido por pressão do mercado imobiliário, que se sentiu prejudicado com uma série de reportagens, assinadas por ele, com denúncias sobre crimes ambientais. No entanto, o veículo nega e diz que a demissão aconteceu por questões administrativas. Antes disso, Peixoto já havia sido processado por uma das empreiteiras pelas matérias.

O jornal também se comprometeu a redigir uma linha editorial clara. Até que isso aconteça, a Redação anunciou que está em estado de greve. Ontem à noite, alguns profissionais cruzaram os braços por duas horas, para pressionar a direção da empresa a explicar a demissão de Peixoto.

Para uma fonte do veículo, que não quis se identificar, apesar de o jornal admitir rever a demissão, essa decisão pode ser apenas simbólica, sem grandes mudanças na vida de Peixoto.
Postar um comentário