quinta-feira, 5 de maio de 2016

Petrobrás acelera desmanche nos investimentos internacionais





O Programa de Desinvestimento (eufemismo para "desmanche") previsto no Plano de Negócios e Gestão da companhia (2015-19) está sendo acelerado na área internacional da Petrobrás. 
A empresa anunciou que "concluiu a negociação com a Southern Cross Group dos principais termos e condições para a venda de 100% da Petrobras Chile Distribución Ltda. (“PCD”), detida através da Petrobras Caribe Ltd. A Southern Cross Group é uma companhia de Private Equity fundada em 1998, com US$2,9 bilhões em ativos sob gestão".

A PCD possui 279 postos de serviço, oito terminais próprios de distribuição, operações em 11 aeroportos, participação em duas empresas de logística e uma planta de lubrificantes, informa a Gerência de Imprensa da Petrobrás
O valor final da operação, após os ajustes de preço acordados entre as partes, é estimado em aproximadamente US$ 490 milhões.

A Petrobrás informa, também, que concluiu a negociação com a Pampa Energía dos principais termos e condições para a venda da totalidade de sua participação na Petrobras Argentina (PESA), detida através da Petrobras Participaciones S.L. (“PPSL”). A operação envolve a venda de 67,19% de participação na PESA, a retenção pela Petrobras de 33,6% da concessão de Rio Neuquen e de 100% do ativo de Colpa Caranda – campos de produção de gás natural na Bolívia. O preço base da transação é de US$ 892 milhões.

Nesse ritmo, pouco vai sobrar da maior empresa brasileira.

Postar um comentário