quinta-feira, 12 de novembro de 2009


Chaetano Meloso perdeu mais uma grande oportunidade de ficar quieto. Cada vez que abre a boca para vomitar algum comentário a mídia adora, sabe que terá sua dose de bobagem para a próxima edição.
Há muito esse sujeito deixou de fazer poesia de qualidade, se limitando ao triste papel de coadjuvante de Paula Lavigne na ilha de Caras. Lavigne, aliás, que continua muito bem - remunerada - na produção dos programas do DEM.
De garoto brilhante, Chaetano virou um velho bobo.
Postar um comentário