quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Jornalistas de Rádio e TV aprovam pauta 2007-2008


Postado por Sindicato dos Jornalistas
Em sessões da assembléia realizadas na Capital, no Interior e Litoral na segunda-feira (12/11), mais de 170 jornalistas de rádio e TV aprovaram a pauta de reivindicações da campanha salarial 2007-2008. O documento foi encaminhado ao sindicato patronal nesta quarta-feira (14/11) e as rodadas de negociação deverão começar a partir do dia 23/11.
Dentre as principais reivindicações da pauta está o reajuste de 3,62% sobre os salários de dezembro de 2006, composto pelo INPC de 01/12/2005 a 30/11/2006 de 2,59%, mais 1% de aumento real. Já sobre os salários reajustados de 2007, será aplicado o INPC/IBGE de 01/12/2006 a 30/11/2007 (4,66%) mais 1% de aumento real, totalizando 5,71%. Desta forma a variação acumulada nos dois períodos citados acima totalizará 9,54%, valor que atualizará os salários do segmento, que estão há dois anos sem reajustes.
Outro ponto de destaque é o reajuste dos pisos pagos aos jornalistas que será de R$ 1.575,00 na Capital, e de R$ 1.335,00 no Interior e Litoral, para se igualar aos pisos pagos em jornais e revistas da Capital. Nessa sessão de assembléia, realizada na sede do SJSP no horário das 21h15m houve também proposta apresentada por um grupo de jornalistas da Rede Globo de Televisão, que previa abono ou ganho eventual de 100%; essa proposta teve 21 votos da categoria, e foi rejeitada porque não incorpora ao salário do jornalista.
Jornalista de rádio e TV, sua participação neste momento é imprescindível para fortalecer a campanha. A negociação com o sindicato patronal de rádio e TV, historicamente, é a mais arrastada e quase sempre traz resultados pouco significativos para os jornalistas. Não podemos esquecer que não houve acordo na campanha 2006-2007 e há o dissídio, que será julgado no dia 22/11, às 15h, no TRT (Tribunal Regional do Trabalho). Daí a necessidade de sua presença e de sua mobilização, para virar este jogo.
Nesta quarta, 21/11, será realizada uma reunião com os jornalistas para organizar a mobilização, na sede do SJSP, às 21h.
Postar um comentário