terça-feira, 18 de setembro de 2007

Teste para as centrais


As principais centrais sindicais (CUT, CGTB, UGT e Força Sindical) se reuniram na segunda, 17, na sede da CUT nacional para discutir a organização da 4ª Marcha a Brasília, que será realizada dia 5 de desembro.

A principal bandeira da Marcha deste ano será a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, sem redução de salário.

Nas marchas anteriores, o grande motivador era o aumento do salário mínimo, que foi negociado no final do ano passado entre governo e as centrais (ficou estabelecido que o rejuste para os próximos anos será a variação do INPC, mais o PIB).

Alguns dirigentes da CUT ouvidos pelo blog acreditam que este ano, sem a bandeira do salário mínimo, será o verdadeiro teste para as centrais provarem que ainda têm poder de mobilização.
Postar um comentário