terça-feira, 18 de setembro de 2007

solidariedade sindical



Por mais de 30 dias, desde 7 de agosto, operários da Sigma Engenharia, que presta serviços para a Petrobrás em Espírito Santo, estavam em greve. Foi necessária a intervenção da FUP (Federação dos Petroleiros) para ajudar a resolver o impasse do pessoal da construção civil. Esse ato de solidariedade foi registrado em carta pelo presidente do Sindicato da Construção Civil de ES, Paulo César Borba Peres, o Carioca. Leia a íntegra da carta:
"Companheiros petroleiros, muito obrigado pela intervenção de vocês junto à Petrobrás para nos ajudar a resolver esse problema que durou 36 dias de paralisação dos companheiros desta obra aqui no ES.
A atitude de vocês mostrou que a solidariedade da classe trabalhadora é fundamental neste mundo capitalista e cruel que vivemos; também nos fez refletir duas coisas muito importantes: uma é o marco da agressão sofrida pelo movimento sindical na época de FHC quando os companheiros petroleiros sofreram com um acordo rasgado e para tentar recuperar fizeram uma greve que resultou em cassação e multa. Infelizmente, o movimento sindical, principalmente nós da CUT, não compramos a briga como se a gente não tivesse nada com isso, foi uma pena.
A segunda questão é que neste momento no qual alguns sindicatos querem se desfiliar da CUT para ir atrás do dinheiro das centrais, vocês estão mostrando, não só para nós trabalhadores da construção no ES, mas para toda a classe trabalhadora, que a CUT pode e deve ser isso que vocês fizeram para nós: afinal colocar como ponto de pauta em uma negociação nacional resolver os problemas de um punhadinho de peões da construção como prioridade ainda não tinha visto.
Parabéns e muito obrigado.
A nossa luta continua mais firme e mais forte.
Carioca"
Postar um comentário