segunda-feira, 30 de maio de 2016

QUANDO CALAR NÃO É ALTERNATIVA

Gentili: mais um idiota da safra CQC



José Trajano é um dos atualmente raros jornalistas /comentaristas que não têm medo de se posicionar publicamente. Recentemente, participou de atos contra o fechamento do MinC. 

Na semana passada, durante transmissão de um programa na ESPN, Trajano - a exemplo de muitos outros - criticou o trágico estupro de uma jovem no Rio de Janeiro. Até aí nada demais, muitos fizeram isso.


Mas foi além, dizendo representar um grupo de pessoas dentro da emissora, criticou o canal por ter aberto espaço para Danilo Gentili, mais um dos idiotas que saíram da safra do CQC. Trajano não usou meias palavras para afirmar que se sentiu enojado com a participação de Gentili e chamou a produção do programa de "alienada e não comprometida com o que acontece no país".

Em um país em que a seleção está repleta de jogadores com nome de músico sertanejo, joga um futebolzinho ridículo e que a TV abre espaço para facistas de várias matizes e pessoas que se orgulham em propagar o estupro como manifestação natural do macho, posições fortes como a de Trajano são um alento.

Confira, abaixo, a declaração de José Trajano






DC comics demite desenhista brasileiro de direita


O quadrinista brasileiro Allan Goldman foi demitido da DC Comics após fazer comentários sobre o caso de estupro coletivo a uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro. A empresa, que é uma das mais importantes no mercado mundial de quadrinhos, não gostou do posicionamento do artista e decidiu dispensar de vez os seus serviços.
De acordo com a DC, “o relacionamento com artistas não alinhados com valores preservados para a empresa são absolutamente inegociáveis”.
Allan, que expressa apoio ao deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) em sua foto de perfil no Facebook, fez o seguinte discurso. “O que acontece se os 30 estupradores da menina alegaram que são mulheres? Segundo a ideologia de gênero dos esquerdistas, uma pessoa é o que sente, e sua biologia não importa. Como a Justiça irá julgar o caso de uma mulher que foi violentada por 30 outras mulheres?”, postou o agora ex-quadrinista da DC Comics. (Fonte: Noticias ao minuto)

Postar um comentário