quinta-feira, 28 de abril de 2016

Frente Brasil Popular convoca paralisação nacional contra o golpe





Reproduzo a circular da FBP para os movimentos sindicais, sociais e militantes

São Paulo, 27 de Abril de 2016
Circular 16_2016_Paralisação Nacional e pressão sobre os Senadores
Conforme encaminhamento da última reunião do Coletivo Nacional, as centrais sindicais ficaram responsáveis por apontar uma data para um dia nacional de paralisação visando influenciar na votação do Senado, que deve ocorrer entre os dias 11 e 12 de Maio. Deste modo, CUT, CTB e Intersindical apontaram o dia 10 de Maio, terça-feira, como um Dia Nacional de Paralisação e Mobilização contra Golpe, que deverá ocorrer em todo país. Os coletivos estaduais da Frente Brasil Popular devem desde já organizar as ações para esta data, bem como divulgá-la amplamente nos atos do 1º. de Maio.
Além da participação no calendário de mobilizações, à Frente Brasil Popular nos estados deverá construir ações que pressionem os Senadores nas suas bases eleitorais para que votem contra o Impeachment. Cada estado deverá desenvolver uma estratégia de pressão que deverá envolver várias formas simultâneas: e-mail, redes sociais, telefone, lambe-lambe, abordagens nos aeroportos, residências, escritórios, atos públicos. Estas ações devem ocorrer de hoje até o dia da votação, principalmente com os Senadores que ainda não firmaram publicamente o seu voto. Lembrando que a abordagem com os indecisos deverá ser diferente da abordagem com os Senadores abertamente golpistas, pois visam garantir o convencimento do voto contra o Golpe. Segue abaixo a lista dos 



Senadores indecisos
1- Eduardo Braga (PMDB/AM)
2- Eunício Oliveira (PMDB/CE)
3- Hélio José (PMDB/DF)
4- Jader Barbalho (PMDB/PA)
5- João Alberto Souza (PMDB/MA)
6- Rose de Freitas (PMDB/ES)
7- Simone Tebet (PMDB/ MS)
8- Acir Gurgacz (PDT/RO)
9- Elmano Férrer (PTB/PI)
10- Vicentinho Alves (PR/TO)
11- Wellington Fagundes (PR/MT)
12- Antônio Carlos Valadares (PSB/SE)
13- Cristovam Buarque (PPS/DF)
14- Fernando Bezerra (PSB/ PE)
15- Roberto Rocha (PSB/MA)
16- Benedito de Lira (PP/AL)
17- Omar Aziz (PSD/AM)
18- Reguffe (Sem partido/DF)~


Calendário contra o Golpe
Segue abaixo as principais agendas da Frente Brasil Popular e da tramitação do processo de Impeachment no Senado:
28/04 - Dia Nacional de Paralisação nas Universidades brasileiras contra o Golpe e em defesa da democracia.
28/04 à 11/04 – Pressão sobre os Senadores nas suas bases eleitorais.
28/04 – Na comissão do Senado: Acusação.
29/04 - Na comissão do Senado: Defesa.
1/05 – Atos do 1º. de Maio em todo país.
4/05 - Na comissão do Senado: Apresentação do relatório.
5/05 - Dia Nacional de Luta contra a Globo e o golpismo midiático
6/05 – Reunião do Coletivo Nacional da Frente Brasil Popular
6/05 - Na comissão do Senado: Votação do relatório na comissão.
10/05 - Dia Nacional de Paralisação e Mobilização contra Golpe
11/04 – No plenário do Senado: admissibilidade estará pronta para ser votada
12/05 - Publicação do resultado.*
*As datas envolvendo a votação no Senado são uma projeção, podendo sofrer modificações de acordo com a dinâmica institucional.
Saudações
Secretaria Operativa FBP

2 comentários:

Cláudia Cruz disse...

Gente...eu não acredito em senador indeciso. Eles usam essa justificativa para não serem pressionados. O resultado do Senado já é certo, no que depender dessa casa vendida e conivente com os golpistas. A pressão tem que ser gigantesca para reverter esse quadro funesto que está aí.

Cláudia Cruz disse...

Gente...eu não acredito em senador indeciso. Eles usam essa justificativa para não serem pressionados. O resultado do Senado já é certo, no que depender dessa casa vendida e conivente com os golpistas. A pressão tem que ser gigantesca para reverter esse quadro funesto que está aí.