quinta-feira, 14 de abril de 2016

Confira quem são os 186 deputados da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Democracia


Foi protocolada nesta quinta-feira (14), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Democracia, composta por parlamentares declaradamente contra o pedido de abertura de processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, por crime de responsabilidade. A votação do relatório do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), aprovado na segunda-feira (11) pela Comissão Especial, está marcada para este domingo (17) no Plenário da Câmara.
Segundo a presidente do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), a criação da frente conta com 186 deputados e 32 senadores, o que seria suficiente para barrar o impeachment na Câmara. Mas a lista conta com assinaturas inclusive de deputados de oposição, que já declararam voto favorável ao processo. As adesões ainda estão em fase de conferência na Secretaria-Geral da Mesa da Casa. São ncessárias 198 assinaturas para criação da frente. 
“Essa frente parlamentar tem o objeto de sinalizar a necessidade do debate do significado desse processo do impeachment para a população brasileira, porque isso não é qualquer fato, estamos aqui tratando de uma situação institucional muito grave para o país”, afirmou Luciana.
O deputado José Guimarães (PT-CE), disse que o governo continuava otimista sobre a votação. "Todos nós sabemos que as bancadas estão muito divididas. Poucos partidos já estão decididos 100%. No mais é jogada para a mídia. Temos segurança do trabalho que fizemos esses dias todos. Não tem risco de termos menos de 200 a 216 votos", afirmou nesta quinta.
A nova frente parlamentar recebeu manifestos de apoio assinados por parlamentares, diversos juristas contrários à decisão da OAB (que apóia o impeachment), integrantes do Ministério Público do Trabalho e juristas do Departamento de Direito da Universidade de Brasília. Os documentos defendem que o impeachment não tem respaldo na Constituição, uma vez que não há crime que tenha sido identificado, muito mesmo imputado à presidente da República.

Quem aderiu
A pedido do blog Sindicalismo e Cultura, a assessoria da deputada Luciana Santos enviou a relação dos nomes que subscreveram a Frente, com o aviso de que já havia mais parlamentares interessados em aderir. Pela relação não dá para apostar que todos votarão contra o impeachment. É aguardar e conferir.

Adalberto Cavalcanti (PTB-PE)
Adelmo Carneiro Leão (PT-MG)
Adelson Barreto (PR-SE)
Ademir Camilo (PTN-MG)
Afonso Florence (PT-BA)
Afonso Motta (PDT-RS)
Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
Alberto Filho (PMDB-MA)
Alessandro Molon (REDE-RJ)
Alex Canziani (PTB-PR)
Alfredo Nascimento (PR-AM)
Alice Portugal (PCdoB-BA)
Aliel Machado Bark (REDE-PR)
Altineu Côrtes (PMDB-RJ)
Aluisio Mendes (PTN-MA)
Ana Perujini (PT-SP)
Andres Sanchez (PT-SP)
Angelim (PT-AC)
Antonio Brito (PSD-BA)
Antonio Bulhões (PRB-PRB)
Ariosto Holanda (PDT-CE)
Arlindo Chinaglia (PT-SP)
Arnon Bezerra (PTB-CE)
Arthur Lira (PP-PP)
Assis Carvalho (PT-PI)
Átila Lira (PSB-PI)
Bacelar (PTN-BA)
Bebeto (PSB-BA)
Benedita da Silva (PT-RJ)
Beto Faro (PT-PA)
Beto Rosado (PP-PP)
Bohn Gass (PT-RS)
Bonifacio Andrada (PSDB-MG)
Cacá Leão (PP-BA)
Caetano (PT-BA)
Carlos Melles (DEM-MG)
Carlos Zarattini (PT-SP)
Célio Silveira (PSDB GO)
Celso Jacob (PMDB-RJ)
Celso Maldaner (PMDB-SC)
Chico Alencar (PSOL-RJ)
Chico D'Angelo (PT-RJ)
Chico Lopes (PCdoB-CE)
Covatti Filho (PP-RS)
Damião Feliciano (PDT-PB)
Daniel Almeida (PCdoB-BA)
Daniel Vilela (PMDB-GO)
Davidson Magalhães (PCdoB-BA)
Décio Lima (PT-SC)
Delegado Eder Mauro (PSD-PA)
Domingos Sávio (PSDB-MG)
Dr. Jorge Silva (PHS-ES)
Dr. Sinval Malheiros (PTN-SP)
Edio Lopes (PR-RR)
Edmilson Rodrigues (PSOL-PA)
Eli Corrêa Filho (DEM-SP)
Eliziane Gama (REDE-MA)
Enio Verri (PT-PR)
Erika Kokay (PT-DF)
Evandro Roman (PSD-PR)
Expedito Neto (PSD-RO)
Fábio Faria (PSD-RN)
Fabio Reis (PMDB-SE)
Fausto Pinato (PP-SP)
Félix Mendonça Júnior (PDT-BA)
Fernando Jordão (PMDB-RJ)
Flavio Nogueira (PDT-PI)
Gabriel Guimarães (PT-MG)
Givaldo Carimbão (PHS-AL)
Givaldo Vieira (PT-ES)
Glauber Braga (PSOL-RJ)
Goulart (PSD-SP)
Heitor Schuch (PSB-RS)
Helder Salomão (PT-ES)
Henrique Fontana (PT-RS)
Herculano Passos (PSD-SP)
Iracema Portella (PP-PI)
Irajá Abreu (PSD-TO)
Ivan Valente (PSOL-SP)
Jandira Feghali (PCdoB-RJ)
Jean Wyllys (PSOL-RJ)
Jhonatan de Jesus (PRB-RR)
Jô Moraes (PCdoB-MG)
João Carlos Bacelar (PR-BA)
João Daniel (PT-SE)
João Fernando Coutinho (PSB-PE)
João Marcelo Souza (PMDB-MA)
Jony Marcos (PRB-SE)
Jorge Solla (PT-BA)
José Airton Cirilo (PT-CE)
José Carlos Araújo (PR-BA)
José Guimarães (PT-CE)
José Mentor (PT-SP)
Josi Nunes (PMDB-TO)
Josué Bengtson (PTB-PA)
Junior Marreca (PEN-MA)
Keiko Ota (PSB-SP)
Lázaro Botelho Martins (PP-TO)
Lenoardo Quintão (PMDB-MG)
Leo de Brito (PT-AC)
Leonardo Monteiro (PT-MG)
Leonardo Picciani (PMDB-RJ)
Leonidas Cristino (PDT-CE)
Leopoldo Meyer (PSB-PR)
Lindomar Garçon (PRB-RO)
Lucas Vergilio (SD-GO)
Luciana Santos (PCdoB-PE)
Luciano Ducci (PRB-PR)
Luiz Carlos Ramos (PTN-RJ)
Luiz Couto (PT-PB)
Luiz Sérgio (PT-RJ)
Luiza Erundina (PSOL-SP)
Marcelo Aguiar (DEM-SP)
Marco Maia (PT-RS)
Marcon (PT-RS)
Marcos Rotta (PMDB-AM)
Margarida Salomão (PT-MG)
Maria do Rosário (PT-RS)
Mário Heringer (PDT-MG)
Mário Negromonte Jr. (PP-BA)
Marquinho Mendes (PMDB-RJ)
Maurício Quintella Malta Lessa (PR-AL)
Moema Gramacho (PT-BA)
Moses Rodrigues (PMDB-CE)
Nelson Marquezelli (PTB-SP)
Nelson Meurer (PP-PR)
Nilto Tatto (PT-SP)
Odorico Monteiro (PROS-CE)
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Otavio Leite (PSDB-RJ)
Padre João (PT-MG)
Paulão (PT-AL)
Paulo Foletto (PSB-ES)
Paulo Freire (PR-SP)
Paulo Pimenta (PT-RS)
Paulo Teixeira (PT-SP)
Pedro Uczai (PT-SC)
Pepe Vargas (PT-RS)
Pompeo de Mattos (PDT-RS)
Professora Marcivania (PCdoB-AP)
Rafael Motta (PSB-RN)
Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE)
Raquel Muniz (PSD-MG)
Reginaldo Lopes (PT-MG)
Renzo Braz (PP-MG)
Ricardo Teobaldo (PTN-PE)
Roberto Alves (PRB-SP)
Roberto Britto (PP-BA)
Roberto Góes (PDT-AP)
Roberto Sales (PRB-RJ)
Rogerio Peninha Mendonça (PMDB-SC)
Ronaldo Martins (PRB-CE)
Ronaldo Nogueira (PTB-RS)
Roney Nemer (PP-DF)
Rubens Otoni (PT-GO)
Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA)
Ságuas Moraes (PT-MT)
Sergio Vidigal (PDT-ES)
Sibá Machado (PT-AC)
Silvio Costa (PTdoB-PE)
Takayama (PSC-PR)
Thiago Peixoto (PSD-GO)
Toninho Wandscheer (PROS-PA)
Uldurico Junior (PV-BA)
Valmir Assunção (PT-BA)
Valmir Prascidelli (PT-SP)
Vander Loubet (PT-MS)
Vicente Candido (PT-SP)
Vicentinho (PT-SP)
Victor Mendes (PSD-MA)
Wadih Damous (PT-RJ)
Wadson Ribeiro (PCdoB-MG)
Waldenor Pereira (PT-BA)
Walter Alves (PMDB-RN)
Washington Reis (PMDB-RJ)
Wellington Roberto (PR-PB)
Weverton Rocha (PDT-MA)
Wilson Filho (PTB-PB)
Zé Augusto Nalin (PMDB-RJ)
Zé Carlos (PT-MA)
Zé Geraldo (PT-PA)
Zé Silva (SD-MG)
Zeca Dirceu (PT-PR)
Zeca do PT (PT-MS)
Zenaide Maia (PR-RN)

Senador(a) 
Acir Gurgacz (PDT-RO)
Angela Portela (PT-RR)
Benedito de Lira (PP-AL)
Dário Berger (PMDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Donizeti Nogueira (PT-TO)
Douglas Cintra (PTB-PE)
Elmano Férrer (PTB-PI)
Fernando Collor (PTB-AL)
Gleisi Hoffmann (PT-PR)
Humberto Costa (PT-PE)
José Pimentel (PT-CE)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Marcelo Crivella (PRB-RJ)
Paulo Paim (PT-RS)
Paulo Rocha (PT-PA)
Randolfe Rodrigues (REDE-AP)
Regina Sousa (PT-PI)
Roberto Requião (PMDB-PR)
Roberto Rocha (PSB-MA)
Telmário Mota (PDT-RR)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
Wellington Fagundes (PR-MT)  





Fontes: Agência Câmara e 247


Postar um comentário