sexta-feira, 9 de março de 2012

Trabalhadora da Transpetro sofre queimaduras no Dia Internacional da Mulher


Um grave acidente ocorreu no Laboratório do Terminal Aquaviário da Transpetro de Suape, em Pernambuco, na manhã da quinta-feira, 8 de março, exatamente quando se comemora o Dia Internacional da Mulher. Uma funcionária de uma empresa terceirizada teve queimaduras de primeiro e segundo graus no rosto, na nuca, nas pernas e mãos após ocorrer uma explosão no setor de manuseio de GLP.

No momento, apenas a funcionária encontrava- se na sala, os colegas logo perceberam e saíram em seu socorro. Foi levada para o Hospital São Marcos, onde estava na UTI até a noite de sexta-feira.

No dia seguinte, os trabalhadores da unidade realizaram uma paralisação, organizada pelo Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco e Paraíba, inicialmente prevista para durar duas horas, se estendeu por todo o dia em protesto contra a falta de segurança no Terminal.

Segundo o Sindipetro PE-PB, “há tempos denuncia a negligência da empresa com as questões de segurança, inclusive não cumprindo o que determinam as NRs (Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho)”.

Para comprovar o desleixo com a segurança e com a saúde dos trabalhadores, o sindicato ressaltou que a empresa manteve operadores trabalhando por 19 HORAS seguidas e que produtos derivados de petróleo estão sendo transferidos sem análise prévia, como determina a lei.

Para esta trabalhadora, mais uma vítima da falência da política de SMS, o 8 de março será lembrado sempre como uma data trágica para sua vida.

quinta-feira, 8 de março de 2012