sábado, 24 de outubro de 2009

SHERLOCK ON THE ROCKS


vários anos, José Arrabal, amigo e mestre, me procurou com um catatau de folhas que compunham o original de um delicioso livro de aventuras adolescentes juvenis, mistérios e intrigas em meio à campanha pelas Diretas Já, o mais importante movimento de massa pré-democratização.

Li, gostei e fiz uma proposta indecorosa para Arrabal: editar suprimindo cerca de 100 páginas. Ele, puto da vida com minha sugestão, educadamente não me disse o que fazer com ela, mas teimou que não tiraria uma vírgula, quiçá novas acrescentaria.

Após esses vários anos, eis que prazerosamente recebo o convite para o lançamento do livro. O lançamento é sábado, 24 de outubro, mas se você está lendo este post depois, corra na livraria e compre.

Para os mais antigos, como eu, que vivenciaram estar nas ruas de camisa amarela, a leitura nos remete para aqueles dias, para o clima que reinava nas ruas a cada dia de manifestação. Para os mais jovens fica uma pequena aula da história recente do país.

No entanto, o melhor é a trama, a construção das personagens. Por ofício leio muitos originais e, confesso, de boa parte sequer lembro o nome. Apesar de ter lido o original há quase dez anos, guardo detalhes e cenas de Sherlock on the rocks. É um livro marcante, escrito com a sabedoria e a generosidade de José Arrabal.
Postar um comentário