terça-feira, 25 de novembro de 2008

Discriminação financeira

Segundo estudo do Seade/Dieese divulgado na semana passada, os negros recebem, em média, metade do salário pago a não-negros (brancos e amarelos) na Grande São Paulo. Enquanto os negros recebem R$ 4,36 por hora, os não-negros recebem R$ 7,98. Maior escolaridade não diminui a diferença segundo a pesquisa, pelo contrário. A diferença de salários pagos a trabalhadores negros (R$ 3,44 por hora) e brancos (R$ 4,10) que não concluíram o ensino fundamental gira em torno de 19%; entre os que terminaram o ensino superior a diferença chega a 40%: negros recebem em média R$ 13,86 por hora contra R$ 19,49 pago a não-negros.
Postar um comentário