sexta-feira, 6 de junho de 2008

As duas faces de Denise


A mídia cria anjos e demônios de acordo com as conveniências da disputa política
Logo após o acidente com o avião da TAM, no aeroporto de Congonhas, a imprensa correu para colocar a culpa no governo, em particular na ANAC (Agência Nacional de Aviação Comercial). Para reforçar na população a idéia de vilões, a mídia publicou à exaustão a imagem da ex-diretora da Agência, Denise Abreu, fumando um charuto, em uma festa, fora de seu horário de trabalho. Ela foi retratada como a pior vilã da novela das 8. O avião da TAM caiu por falta de manutenção, mas a culpa foi do governo, tentou colar a imprensa neoliberal. Não colou.


Agora, a mesma Denise volta à cena, atacando a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. E, pasmem, desta vez a mesma "ex-diabólica" Denise aparece nas foto como um anjo de candura. A Folha de S.Paulo chegou a publicar sua foto com as mãos entrelaçadas, como que fazendo uma oração. Quanto mimo. A imprensa é assim mesmo, meus caros, anjos ou demônios são eleitos ao sabor dos ventos das disputas políticas. Como Dilma é forte candidata à sucessão do presidente Lula, os ataques a ela só se intensificarão até as eleições presidenciais. Podem esperar muita baixaria e pouca informação da mídia neoliberal.
Postar um comentário