quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Vigilantes debatem clandestinidade

Audiência pública ocorrida neste dia 7/11, no Plenarinho da Assembléia Legislativa do Paraná discutiu a atuação de empresas clandestinas de segurança. Segundo estimativas do sindicato dos vigilantes do Paraná, cerca de 300 empresas atuam irregularmente no estado, contra 60 legalizadas
“Na capital e região metropolitana são mais de 150 clandestinas. Elas são um perigo para a sociedade, que precisa estar atenta na hora da contratação de vigilância privada”, explica o presidente da entidade, João Soares. No Paraná, atualmente, para cada vigilante legalizado existem três irregulares, de acordo com estimativas do Sindicato.
Postar um comentário