domingo, 23 de setembro de 2007

Polícia reprime manifestação de pescadores em Mar del Plata

Uma manifestação ocorrida dia 19/9, em Mar del Plata (Uruguai), foi duramente reprimida pela polícia, que utilizou gás lacrimogênio e balas de borracha para dispersar os cerca de 400 trabalhadores que protestavam diante da empresa Giorno. Dezenas ficaram feridos, mas não há registro de morte.
Os protestos foram contra a contração de pescadores sem registro (a nossa carteira assinada) e contra intermediários, os famosos "gatos". "Somos explorados e escravizados", disse um dos manifestantes.
Segundo dirigentes do sindicato local, a empresa ameaçou os pescadores que não aceitassem as condições impostas pela companhia de jamais voltar a trabalhar. Cerca de 7 mil trabalhadores se encontram nessa situação, informou o sindicato.
Postar um comentário