quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Piada do ano: Kassab o engenheiro do ano


Para comemorar o dia do engenheiro, 11 de dezembro, o Instituto de Engenharia agraciou o alcaide paulistado, Gilberto Kassab, com o título de "engenheiro do ano". A homenagem (eufemismo para puxação de saco) tornou-se motivo de chacota.

O "engenheiro do ano" acaba de mostrar, novamente, suas habilidades (pode rir, é piada). Para "solucionar" problemas de trânsito de São Paulo, determinou que uma das faixas da avenida 23 maio - umas das mais importantes da cidade, que liga o centro ao aeroporto de congonhas - fosse destinada exclusivamente a motociclistas. A conclusão todo mundo viu, a mirabolante solução não durou nem uma semana e poderia não ter durado nem meia hora, bastava o "engenheiro do ano" e seus auxiliares perguntarem para qualquer uma das milhares de pessoas que utilizam a avenida.

Outra prova da competência do alcaide é a pavimentação das calçadas. No bairro de Pinheiros, a troca de calçamento de uma única rua (Teodoro Sampaio, com 2,5 km) iniciou há mais de oito meses e ainda não tem sequer metade da "obra" pronta. Só para comparação, Brasília foi construída em pouco mais de 4 anos e a maravilhosa São Petersburgo, na Rússia, a "Veneza do Oriente", inagurada em 1703, iniciou suas obras de fundação em 1697.

Na outorga da comenda, o Instituto de Engenharia justificou a indicação de Kassab por sua "destacada e singular atuação nas realizações da Engenharia Brasileira". Além de piorar o trânsito, não conseguir fazer calçamento de rua e rir da desgraça do buraco do metrô, qual outra "relevante" contribuição esse senhor deu para a engenharia?


Postar um comentário