segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Editora Limiar lança "Cheiro de Leoa", de Pedro Biondi, neste sábado, 1


Pedro é filho do saudoso jornalista Aloysio Biondi, um dos grandes críticos desses tempos neoliberais. É de Biondi, pai, um dos livros mais esclarecedores sobre as privatizações ocorridas no governo de Fernando Henrique (Brasil privatizado, Fundação Perseu Abramo). Além de grande jornalista e editor, Aloysio era gente boa, humano como poucos nessa nossa profissão. Tivemos oportunidade de tomar alguns poucos porres juntos, conversas profícuas madrugada adentro.
O filho segue o mesmo faro jornalístico. Pedro é bom jornalista e, agora, mostra que também é fera na ficção. Cheiro de Leoa, seu primeiro livro, reúne vinte contos que vagam do cotidiano ao absurdo com a mesma leveza e rapidez que uma leoa busca sua caça, invísel nas savanas até o bote final. O gosto pelas letras faz as mandíbulas desses contos saborearem cada palavra com seu sentido mais precioso. Ao longo dos textos, Pedro vai destilando seu estilo, com influências certas de Guimarães Rosa e Julio Cortazar.
Com propriedade Marcelino Freire escreve na orelha do livro que "Biondi tem um jeito de traquejar com a língua. De ir direto na fonte. Eu gosto de autor como ele, onde a vida narrativa
vai sendo contada pelo que há de água. De som nas palavras. Este é o seu horizonte estonteante.
A saber: “Escavo e escuto o mar e me diluo em seu furioso e sereno cicatrizar. Uma mão puxa o menino, custo para descolar os olhos dos três tatuís que me fazem cócegas na palma [...] Queria tanto dizer pra ele aproveitar a vida e tomar cuidado com ela...”.
Vale a pena conferir.


Lançamento
Dia 1º, sábado, das 15h às 19h
Café Pittoresque - Rua Fradique Coutinho, 832, Pinheiros
Editora Limiar: www.editoralimiar.com.br - 11-3813-0309

Postar um comentário